Inédito (I) Print

Andante

Em

Verde Maior

Para

Violino E Coração

 

No fundo azar dos teus olhos

sinto que vou me afogar

por ser verdes

bem mais verdes

que as verdes ondas do mar.

 

Afundo nas águas verdes

do teu limpo verde olhar

penetrando

o mundo verde

da tua alma

a

verdejar.

 

Teu corpo é verde paisagem

de primavera a brotar

uma flor verde

teu sexo

teus seios

verdes maçãs.

 

Todo o teu amor é verde

verde de nunca secar

verde perene

de vida

Verde

para me matar!

 

(E. Guerra da Cal, Janeiro 1979)

Coleção de Carlos Durão